terça-feira, 22 de março de 2011

Ensinar a mentir

Para a nossa segunda aula, realizamos um jogo de apresentação onde cada participante escreveu seu nome e três itens que gosta, sendo que um deles é mentira. Cada participante, inclusive os mediadores, liam os três itens para a turma e para a câmera, então todos tentavam descobrir qual era a mentira.

Enquanto explicávamos para a turma terça B (a agitada turma de terça à tarde), como seria a dinâmica da aula, uma aluna indagou: “Vocês vão ensinar agente a mentir?” Nós logo respondemos que o cinema e mais especificamente a ficção científica são construções de “mentiras”, de estórias que nos convençam da verdade, mesmo sendo mentira. Tal discussão rendeu improvisos de diálogos com suas “mentiras” e um debate, em forma de forca (sugestão dos próprios alunos) sobre os elementos da ficção científica.

Por Josy Antunes e Daniel Soares

2 comentários:

Julio Ludemir disse...

genial

Ely disse...

Será que a verdade pode ser uma mentira inventada? O cinema é verdade? O que é a verdade? Gostei da proposta, me faz pensar. Parabéns!